2BBone: Investigação portuguesa sobre o cancro ósseo
Jul, 09, 2018
Em declarações ao COMPETE 2020, Susana Olhero, Equiparada e Investigadora Auxiliar na Universidade de Aveiro, sintetiza o projeto "2BBone: Desenvolvimento de biomateriais não sinterizáveis à base de fosfatos de cálcio com bi-funcionalidade, regeneração e tratamento de cancro ósseo" e a importância do apoio do COMPETE 2020 para a sua concretização.

 

1. Enquadramento

 

O tratamento de defeitos ósseos resultantes de remoções cirúrgicas de tumores cancerígenos ou outras infeções ósseas recorre cada vez mais ao uso de substitutos biocompatíveis produzidos por técnicas de Engenharia de tecidos e fabricação aditiva. Além de preencher o defeito, estes substitutos devem promover a regeneração do tecido perdido enquanto confere o suporte estrutural necessário. O desenvolvimento destes substitutos deve também ter em linha de conta a criação de estratégias que permitam a eliminação total de células tumorais remanescentes em torno dos defeitos ósseos prevenindo deste modo uma possível recidiva tumoral, sem recorrer a terapias convencionais como a radio/quimioterapia de modo a evitar os seus efeitos secundários nefastos para o paciente.  Fabricar substitutos ósseos sintéticos que possam ter, em simultâneo, funções de regeneração de defeitos induzidos por tumor ósseo e tratamento terapêutico localizado, seria uma solução inovadora e menos invasiva para o tratamento de tumores ósseos, sendo ainda um grande desafio científico e tecnológico.

 

2. Âmbito

 

O projeto 2BBone pretende desenvolver substitutos ósseos com porosidade controlada por manufaturação aditiva, na presença de várias biomoléculas, de forma a obter num só componente múltiplas funcionalidades:

 

(1) regeneração óssea,

(2) capacidade hipertérmica para destruir células cancerígenas localizadas e

(3) tratamentos de infeções locais após cirurgias ósseas.

 

O desenvolvimento deste substituto ósseo multifuncional tem por base uma inovação no processo de fabrico de componentes bio-cerâmicos por manufaturação aditiva, que consiste na supressão da etapa de sinterização. A possibilidade de fabricar substitutos ósseos à base de fosfatos de cálcio eliminando o processo de sinterização, permite a adição de moléculas que mantêm a sua bioatividade durante a preparação da pasta para a impressão 3D, viabilizando o processo de bio-impressão 3D, reduzindo o tempo de processamento e os custos de fabrico.

 

3. Atividades

 

O projeto 2BBone está dividido em várias tarefas que incluem o desenvolvimento de materiais à base de fosfatos de cálcio com capacidade regenerativa melhorada, bem como o fabrico de bio-componentes com capacidade hipertérmica por manufaturação aditiva, o encapsulamento de biomoléculas e fármacos, estudos de libertação de fármacos e avaliação in vitro dos bio-componentes multifuncionais obtidos. A realização destas tarefas estará a cargo de uma equipa multidisciplinar de especialistas em fabrico e caracterização química, funcional e biológica de biomateriais e em tratamento de cancro, com liderança do CICECO/UA e participação do INEB/I3S.

 

4. O Apoio

 

O projeto, promovido pela Universidade de Aveiro, contou com o apoio do COMPETE 2020 no âmbito do SAICT - Sistema de Apoio à Investigação Científica e Tecnológica, envolvendo um investimento elegível de 237 mil euros, o que resultou num incentivo FEDER de 201 mil euros.

 

Susana Olhero, responsável pelo projeto destaca que “o apoio financeiro do COMPETE 2020 será fundamental para o desenvolvimento deste projeto, que certamente contribuirá para avanços científicos e tecnológicos no tratamento do cancro ósseo, cujos resultados trarão forte impacto na saúde e na melhoria da qualidade de vida da população em geral.

 

O fabrico de substitutos ósseos sintéticos que possam ter, em simultâneo, funções de regeneração de defeitos induzidos por tumor ósseo e tratamento terapêutico tem uma forte componente experimental, envolvendo custos elevados, sendo essencial o apoio do COMPETE 2020 para a sua execução. Sendo a área do projeto 2BBone de forte impacto nacional e internacional, não só a nível científico como social, a divulgação dos resultados através de ações de disseminação será essencial para dar visibilidade aos avanços alcançados ao longo do projeto, sendo para isso crucial o apoio do COMPETE 2020”.

 

5. Links úteis

 

CICECO/UA > CICECO – Instituto de Materiais de Aveiro | Universidade de Aveiro doc

Universidade de Aveiro doc

INEB/I3S > INEB-Instituto Nacional de Engenharia Biomédica | Universidade do Porto  doc

i3S - Instituto de Investigação e Inovação em Saúde | Universidade do Porto  doc

 

Por: Cátia Silva Pinto

Fonte: Compete 2020, em 3 de Julho de 2018

 

 

Contactos
geral@ordemeconomistas.pt
Telf.: 213 929 470
Fax: 213 961 428
Rua da Estrela, n.° 8
1200-669 LISBOA
PORTUGAL
Horário dos serviços: Dias úteis (9h-13h / 14h30- 17h30)  Contactos dos Serviços:Telefones
Contacte-nos
para qualquer informação
newsletter
fique a par das últimas notícias