Qual será o maior desafio de 2022?
Jan, 09, 2022
A transição para uma economia de baixo carbono, tensões EUA-China, inflação e funcionamento híbrido, tudo isto figura nas previsões dos nossos especialistas para 2022. O trabalho híbrido vai tornar-se o novo normal. Vamos ver mais regulamentações de IA a entrarem em ação em 2022, e as empresas terão que se adaptar rapidamente aos novos requisitos de transparência, responsabilidade e auditoria. Aumento de disputas comerciais e políticas protecionistas. Implementar o trabalho flexível de uma forma que realmente equilibre as necessidades do funcionário e do empregador e transforme o local de trabalho de um relacionamento num relacionamento virtual. Progredir na transição energética. Em 2022, vamos precisar de desenvolver um melhor entendimento da dinâmica das transições do mercado, especialmente num esforço para reconstruir uma economia com emissões líquidas zero. O principal desafio será como as economias africanas podem recuperar dos efeitos da pandemia e acelerar o crescimento económico e criar bons empregos para a grande população de jovens. Inflação, relações EUA-China e economia dos EUA. A incerteza em torno da pandemia global e as tensões EUA-China são dois dos desafios mais sérios para a economia mundial. Taiwan está a tornar-se o foco central da competição estratégica entre os EUA e a China. Aumentar a agilidade e o planeamento de on-shoring, nearshoring e multi-shoring para aumentar a resiliência da cadeia de fornecimentos. Convergência de tecnologia, dispositivos e aplicações "inteligentes", com ameaças cibernéticas e riscos digitais relacionados e, algum dia, o Metaverso. Conter o COVID-19 para permitir o lançamento de uma recuperação global sustentável e inclusiva. A crescente instabilidade política global à luz da fraqueza e impopularidade do [presidente] Biden em casa, a ansiedade do [presidente] Xi em ter o seu mandato como líder da China estendido, a impaciência do [presidente] Xi para que Taiwan seja unificada com a China continental e o desvio estratégico na Europa com a saída da [ex-chanceler] Merkel e as eleições francesas. Fonte: Brinknews, em 27 de Dezembro de 2021 https://www.brinknews.com/what-will-be-the-greatest-challenge-of-2022/

 

.